Condomínio e locações – Conheça seus problemas

Início » Posts etiquetados como 'moradores'

Arquivo da tag: moradores

As qualidades necessárias para ser um síndico

A função de síndico pode ser exercida por pessoa física ou jurídica, moradora ou não do condomínio. E pode delegar suas funções administrativas a uma administradora.

Para ser um síndico, a pessoa necessita reunir qualidades éticas e morais que o possibilitem ter pulso firme e exigir dos moradores o cumprimento das relações no condomínio, principalmente o respeito dos direitos individuais. Alem disso, é essencial ter tempo livre para analisar as reclamações, pendências, dívidas e brigas entre moradores. O bom relacionamento é outro fator muito importante.

Ter boa comunicação, fazer o uso da boa vizinhança, ter bom senso e estabelecer a harmonia dos condôminos são outros fatores importantes para o sucesso de um síndico. Para que os moradores possam viver em harmonia, o trabalho do síndico é fundamental. Sem esses quesitos, sua gestão poderá provocar diversos atritos e prejudicar todo o condomínio.

Como síndico, a pessoa terá a tarefa de administrar todas as finanças, os empregados, os serviços, a segurança, além de contribuir para o bem-estar dos condôminos.

Como se trata de um cargo de muita responsabilidade, algumas vezes não é possível encontrar um morador que esteja capacitado ou que queira aceitar este desafio. Nessas situações, o mais indicado é contratar um síndico terceirizado. Este profissional irá desempenhar todas as funções de síndico, a única diferença é que esta pessoa não irá morar no prédio. A principal vantagem é que por se tratar de um profissional capacitado e especializado na administração de condomínios, poderá administrar melhor possíveis crises ou situações incomuns, além de poder dar uma atenção maior aos problemas dos condôminos e propor soluções para redução de custos, questões relacionadas a sustentabilidade, entre outros.

Ao contratar um síndico, é importante avaliar o histórico do profissional, solicitar referências, analisar sua formação, além da disponibilidade e flexibilidade de horários.

O novo perfil do síndico

No mercado atual, podemos perceber que a idade do sindico diminuiu, ou seja, há cinco anos atrás, 70% deles tinham mais de 50 anos de idade e eram aposentados ou donas de casa. Hoje, 50% deles afirmam ter entre 31 e 50 anos. O perfil ficou mais jovem e mais graduado. Além disso, o uso das tecnologias para se comunicar com os moradores e ter acesso às informações do condomínio vem ganhando cada vez mais força entre os novos síndicos.

Anúncios